Central de Manicures

o retorno de zabelê, zumbi e besouro... a vespa não veio. tá lá, fabricando mel

sexta-feira, 5 de novembro de 2004

enquanto isso, em algum lugar do meu coração
POR QUE, PORQUE

Por que ainda penso em você

Pela bituca de cigarro e o copo sujo na sacada do meu apartamento
a música que você adora e me persegue até se estou com outro cara
uma foto sua no meio de documentos de trabalho
ou a voz de um colega, igualzinha à sua

Porque ainda penso em você

eu bebo, fumo, penso em me jogar da sacada do apartamento
ouço a música que você adora, quando ninguém está por perto
enquanto acaricio um retrato que afanei do seu álbum
e espero sua voz dizer, do outro lado do telefone

que, não sabe por que, ainda pensa em mim também

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home