Central de Manicures

o retorno de zabelê, zumbi e besouro... a vespa não veio. tá lá, fabricando mel

quinta-feira, 15 de abril de 2004

amônia, uréia, essas coisinhas...
PENTELHO, PENTELHEIRA, DESPENTELHADO

ALERTA: Este é um post extremamente vulgar e inútil.

Vamos falar de pentelhos.
Hoje, ao entrar no banheiro da firma, vi que no mictório branquinho como liquid paper havia uns cinco fios de cabelo pendurados por lá.

Como tinha bebido muita água _o que implica um jato de urina mais demorado_ comecei a refletir sobre aqueles pentelhos. Será que o dono deles tinha arrancado e deixado ali de propósito? Eu sei, é coisa de cachorro ou gato essa mania de demarcar território.

Lembrei de uma mania, essa de minha própria “otoria”: se eu entro no banheiro e tem alguém acabando de usar um mictório, eu não consigo mijar no mesmo. Tem que ser em um que não esteja com o xixi do outro ainda quente.

A sensação de alívio proporcionada por uma boa mijada anunciava que meu jato de xixi estava quase no fim e, sem ter como saber se os pentelhos deixados para a posteridade eram uma tentativa de mostrar que aquele mictório tinha dono, não pensei duas vezes: usei a urina que me restava para empurrar os pentelhos cano abaixo.

P.S.: Manny Curi não é adepto de golden shower. Apesar de já ter, atendendo a pedidos, urinado em alguém (que nunca mais viu, graças a Deus).

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home