Central de Manicures

o retorno de zabelê, zumbi e besouro... a vespa não veio. tá lá, fabricando mel

segunda-feira, 12 de janeiro de 2004

mundo cão, digo, mundo pavão
HOMEM É ESPANCADO APÓS MATAR PAVÃO NO RIO

(Deu na "Folha" de hoje. Eu caguei de rir... Imagina as travas revoltadas batendo no dingo?)

O desempregado Paulo Roberto de Oliveira, 37, foi agredido a socos, pontapés e pedradas por um grupo de travestis, na madrugada de ontem, na praça da República (centro do Rio).

A polícia contou que Oliveira, com fome, matou um pavão que vivia na praça e era ave de estimação dos travestis da região. Revoltado ao ver Oliveira pulando a grade da praça com o animal morto, o grupo começou a atirar pedras, agredindo-o ainda com chutes e socos na cabeça.

Ao tentar fugir dos travestis, pulando a grade para voltar à praça, Oliveira ficou com o braço direito preso à ponta de uma das lanças da cerca.

O desempregado contou aos PMs que os travestis viram quando ele ficou preso às grades, mas se recusaram a ajudá-lo. O caso foi encaminhado à 4ª DP, onde o desempregado seria indiciado por crime ambiental pela morte do pavão caso alguém registrasse a queixa.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home