Central de Manicures

o retorno de zabelê, zumbi e besouro... a vespa não veio. tá lá, fabricando mel

quarta-feira, 17 de dezembro de 2003

é a minha natureza
POR QUE EU SOU ASSIM?*

Não adianta. Tento me convencer do contrário, mas hoje vi que sou REALMENTE muito ciumento.

Fui a um evento com o Canceriano nº 1. E, claro, a gente não tem nada oficialmente: não namoramos nem somos casados. Tanto que sou livre para ficar com quem quiser e ele também.

Mas quando eu percebo que alguém por perto dá sinal de que quer ficar com ele, vem à tona toda a Glenn que existe dentro de mim. Como aconteceu no tal evento (e no meu aniversário, no dia 6, mas aí é história pra outro dia).


Glenn, minha musa

A gente dividiu a mesa com um grupo grande. Daí tinha um menino que não parava de puxar assunto com ele. Sabe aquelas pessoas que se jogam em cima da outra, com direito a pegar no braço quando ri? Caraca, que ódio...

Eu, ao lado, diplomaticamente me inteirava da conversa. Porque, você sabe, o melhor jeito de vencer gente assim é se fazer de amiga. E nisso sou imbatível.

Por dentro, minha vontade era de pegar um garfo e enfiar na batata da perna do moleque. Que sem noção! Por fora, eu ria das piadas dele e colocava a mão no braço do Canceriano nas mesmíssimas horas que ele.

O sujeitinho era de áries. Ou seja, uma ameaça em potencial. Gente de áries é assim: quando quer uma coisa, vai até o fim do mundo pra conseguir.

Então eu vou fazer o seguinte: espero ele escondido atrás de alguma curva, lá no fim do mundo. Quando a bicha aparecer, ei jogo água fervendo. Desgraçado!

Papo de doido, né?

Como diz Adriana Spaca: "Eu sou muito legal, mas não mexe com o que é meu". E olha que, nesse caso, ele nem é meu.

*título homenagem ao senhor Philipinas

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home