Central de Manicures

o retorno de zabelê, zumbi e besouro... a vespa não veio. tá lá, fabricando mel

segunda-feira, 17 de novembro de 2003

intervalos tropicalientes
UM MOMENTO PARA OS NOSSOS PATROCINADORES

Manny Curi
----------------------
DE FORTALEZA


Os comerciais locais são uma atração à parte na capital cearense. São lojas pequenas, festas em boates e concursos de forró em busca da atenção de moradores e turistas.

Em alguns casos conseguem. Em outros, a coisa caminha para o "freak show".

Por acaso existe outra maneira de classificar o grupo Mauricinhos do Forró? E o campeonato de forró (material farto, creiam) que teria uma corrida de jumento interbairros? Aliás, até aparecia na tela a chamada "Jumento comendo solto". As poc pocs deliram...

E na quinta, na boate Mystical, vai ter a Noite das Cabritas. No reclame, duas mulheres com voz de vagaba convidam as fêmeas a dar um grito de guerra (leia-se mééééééé) na entrada do evento. Show de horrores. E o pior é que vai lotar, assim como a festa Matrix Revolution, na mesma casa noturna. "Mulheres de bota ou jaqueta preta não pagam entrada". A Lenore pode ir sem medo que não vai gastar um centavo. O problema é que aqui ninguém aguentaria usar nem uma coisa nem a outra.

Mas, se da televisão podemos falar mal, o mesmo não vale para os habitantes. Todas as pessoas que conheci, inclusive alguns meninos bacanas, foram extremamente simpáticas. Gente boa mesmo. Claro, fizeram piada com os cariocas - não podia ser diferente - porque aqui eles são mais fãs mesmo é dos paulistas. Até usam expressões típicas de São Paulo, como "meu" e "na faixa".

E quando voltar, eu ensino pra vocês o que é rebolar no mato. Também vou contar sobre o namorado da bonequinha, num post futuro.

Enquanto isso, vou continuar enchendo a cara com freqüência diária. Ao lado do Gomes, claro. Uma caipirinha aqui custa em média R$ 3. E pensar que eu pago R$ 12 em uma igualzinha no Ritz. Ou seja, dá pra beber quatro vezes mais em Fortaleza.

As fotos estão ótimas: tirei uma em cima de um jumentinho. Mas aí é hora de você dizer, querido leitor: "Não faz a Athina Onasiss, bee". Muá. Que eu vou pegar meu sol da meia-noite.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home