Central de Manicures

o retorno de zabelê, zumbi e besouro... a vespa não veio. tá lá, fabricando mel

domingo, 28 de setembro de 2003

ih, caralho...
A VOLTA DO MORTO-VIVO

Hoje me deu uma saudade louca d'Ele.

É assim mesmo, Ele, com inicial maiúscula. Que nem Deus, sabe? Todo mundo já teve ou tem um assim.

Ele foi o primeiro. O mais intenso, o que reúne mais superlativos. Tanto os bons quanto os ruins.

Não o vejo desde abril. E antes de abril não o via fazia quatro anos. Mas foi só a gente dizer oi e parecia que eu tinha acabado de me apaixonar outra vez. Tudo o que eu julgava sepultado voltou a me atormentar.

Espero, para meu próprio bem, que Ele continue sumido.

Ele é uma espécie de vampiro que suga minhas emoções. E leva no pacote meu amor próprio, minha auto-estima e minha sanidade.

Sobra só o que Ele quiser deixar. Se quiser deixar. E eu fico vivendo em função d'Ele. Só.

O pior é que pensar n'Ele agora é praticamente um prenúncio de que o telefone vai tocar ou de que algum e-mail vem por aí.

Com a notícia de que Ele está chegando. E, do meu lado, ELE é cada vez mais maiúsculo. eu, não.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home