Central de Manicures

o retorno de zabelê, zumbi e besouro... a vespa não veio. tá lá, fabricando mel

sexta-feira, 15 de agosto de 2003

só leia se estiver com saco
SEXTA, 22:08h, AINDA NO TRABALHO

Faz tempo que tento escrever alguma coisa coerente, com minhas idéias, minhas palavras, meu jeito de escrever. Mas parece que o fato de passar pelo menos doze horas por dia no trabalho, redigindo como manda a cartilha da empresa, está acabando com minha inspiração.

Nada muito assustador para quem não gosta de escrever. Acontece que eu gosto e fico horas na frente deste papel de mentirinha do Word tentando pensar em algo que seja minimamente engraçado ou relevante. Ou que seja minimamente a minha cara.

Algo que fale da guerra que tenho travado com a minha vontade de sair correndo no meio do expediente para ver televisão em casa. Do desejo de largar tudo para ser barman no Caribe. Ou que desabafe um pouco da vontade de pular de um dos muitos prédios desta cidade.

São Paulo é uma cidade genial. Cheia de pessoas geniais. Tão, tão geniais que não sabem dizer "oi" umas para as outras e são capazes de passar a noite em uma festa sem se divertir. Tão, tão, tão brilhantes que não podem pensar em se divertir. Nããããããão! Temos que produzir pois é preciso pensar na carreira. Não perder de vista o ponto aonde se quer chegar profissionalmente.

O duro é quando você não sabe aonde quer chegar profissionalmente e vai empurrando um dia atrás do outro. Rezando para que chegue logo o dia 5 ou o dia 20 e consiga pagar pelo menos parte das contas. Assim o telefone vai tocar menos com os serviços de telemarketing da telefônica, da empresa de gás, da companhia de luz... Afinal, quem mais pode ligar?

Quem tem chance de conhecer alguém mais para dar o número de telefone?

Eu, pelo menos, não tenho nenhuma. Ontem cheguei ao triste recorde de 19 horas seguidas dentro da redação. Você brinca com as pessoas, tenta ler uma ou outra coisa que faça a mente sair dali, mas há sempre a voz de alguém que precisa falar sobre a última pauta mais genial da celebridade e do empresário que estão lançando sua linha de cosméticos e que vai fazer a vida das pessoas mais feliz.

Se continuar assim, vai valer a frase, que sempre usei de brincadeira: meu edredom me ama mais do que qualquer um nesta cidade.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home