Central de Manicures

o retorno de zabelê, zumbi e besouro... a vespa não veio. tá lá, fabricando mel

terça-feira, 3 de junho de 2003

série “disseram por aí”
A TEMÍVEL BONECA DA XUXA

Em alguma cidade do interior do Brasil, nos idos de 1987...

Clélia era uma empregada doméstica dedicada. Sua filha, Aninha, de 6 anos, era apaixonada pela Xuxa. O aniversário da menina se aproximava e ela pediu uma boneca da Xuxa de presente.

Sem dinheiro, Clélia cogitou a hipótese de vender a alma ao diabo em troca de uma boneca da Xuxa. Dias depois, ao sair do trabalho, ficou surpresa ao dar de cara com uma boneca da Xuxa, perdida em um beco. Levou para casa e a alegria da menina foi imensa.

Nas semanas seguintes, pequenas mordidas e arranhões apareceram no corpo de Aninha.

Clélia intrigou-se.

Em uma manhã de domingo, a empregada notou que a pequena estava demorando demais para acordar. Foi até o quarto e encontrou a menina morta, como se tivesse sido dilacerada por garras.

Em um canto do quarto, a boneca. Com as unhas ensangüentadas e um leve sorriso maléfico.

Hoje Clélia está internada em um hospital psiquiátrico cujo nome é mantido em segredo.


A noiva de Chucky

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home