Central de Manicures

o retorno de zabelê, zumbi e besouro... a vespa não veio. tá lá, fabricando mel

segunda-feira, 31 de março de 2003

Série Vítimas da Moda
O IRAQUE É AQUI

Tem gente que parece que foi engolida pelo guarda-roupa. Daí o armário sacodiu, sacodiu, sacodiu e a pessoa foi cuspida, vestida com uma seleção do que havia de pior lá dentro. Uma coisa excreção, sabe?

É, porque a roupa abaixo tá uma merda...


Foi o Bush que soltou esse canhão?

Lembra aquelas fotos da revista "Manequim" (minha mãe assinava e eu lia antes dela. Ela não percebeu nada de errado?), que tinha a seção Certo x Errado. Essa seria campeã do erro.

Dá até vontade de acrescentar uma frase nova no poema "Ou isso ou aquilo", da Cecília Meirelles: "Ou visto macacão ou coloco o top."

A foto foi tirada por uma das cinco pessoas que mais adoro na Trash: Carolzinha.

Suicídio em massa
CONVENÇÃO ANUAL DOS CHATOS

Vai ser amanhã, no programa da Chata Maria Braga. Ela, que já divide a cena com o pentelho do Louro José, receberá convidados para comemorar alguma coisa que eu não sei o que é.

Entre as atrações, os dois cantores mais chatos de toda a longa história dos cantores chatos: a já xoxada aqui Simone e o Ivan Lins.


Amanhã, na Ana Maria Braga...

Na minha cabeça o inferno é um lugar onde as pessoas são obrigadas a correr numa esteira enquanto assistem a esse programa, com esses convidados. Não desejo nem ao meu pior cliente.

sábado, 29 de março de 2003

Produtos que Existem, Só Deus Sabe o Motivo
QUEM NÃO TEM BICHA CABELEIREIRA,
ALISA COM REVOSTYLER


Você já deve ter visto, em alguma revista ou canal de televisão, a propaganda do revolucionário produto abaixo, o REVOSTYLER. É indicado para aquelas mulheres que têm jubas indevassáveis e sonham com melenas lisas e esvoaçantes.

Já pensaram quantas bichas cabeleireiras sucumbem diariamente a cabelos como o da Elba Ramalho?


"Meu cabelo era igual ao da paraibana
Elba, mas REVOSTYLER mudou minha vida"


Para evitar que as "bissinhas cabeleleras" entrem em extinção, Deus pôs no mundo REVOSTYLER. O produto parte do princípio que, em vez ficar girando a escova, ela deve girar sozinha e deixar o cabelo liso. Assim, a cabeça da escova tem um motorzinho que a faz rodar e a bonita só tem que segurar o cabo perto dos fios.


Funciona mais ou menos assim, ó...

Além disso, é econômico porque dá pra fazer em casa. Disso, aposto, as "cabeleleras" não gostaram...

Agora, eu pergunto: o comercial precisa ser tão cafona?

Os penteados "antes" de REVOSTYLER são sempre horríveis, o que me leva a pensar que se o mundo real fosse como sugere a propaganda, as ruas estariam ainda mais cheias de cabelos horrorosos. Veja atentamente os exemplos:


"Somos boniiiiiiiiiitas"


Ruim antes, pior depois...

Por isso, a Central de Manicures classifica REVOSTYLER como útil, porém cafona. Compre, mas não mostre a ninguém.

Não mandem o Beira-Mar pra lá!
ADORO FILME DE PRISÃO!

Hoje fiz uma visitinha à adorável Jackie Mayfair e dei de cara com a foto abaixo, de um dos prisioneiros mais gostosos da série "Oz", da HBO.


Prende ele aqui no meu quarto!

E lembrei: EU ADORO FILMES E SÉRIES DE PRISÃO!
Primeiro porque os prisioneiros são sempre fortes, bonitos e gostosões. E, claro, sempre querem comer uns aos outros. As bichas que queriam comer o Tim Robbins em "Um Sonho de Liberdade", por exemplo, davam um caldo e tanto.

O cara da foto acima, o ator Chris Meloni, é um tesão. Ele tem um amante e os dois tem uma relação pra lá de conturbada. Se você acha que jogar cinzeiro no namorado é ruim, pense que ele já quase matou o namorado. E quando eles se beijam é uma coisa.

Outra coisa curiosa é que as prisões são sempre limpíssimas e organizadas. Deviam dar a receita para fazer o mesmo com as prisões da vida real. Mas manda o Keller aqui pra mim que eu fico de oficial da condicional dele.

Eu Quero!!!!!!!!
AJUDEM UMA MANICURE A SER FELIZ

Hoje vou me jogar na Jet Lounge, mas a coisa que eu mais queria mesmo era passar a noite brincando de iô-iô da Coca-cola.


Compra, mãe, pelamordedeus....

Aliás, a Coca-cola podia relançar essas maravilhas dos anos 80 para ver se escapava do perigo de boicote.

sexta-feira, 28 de março de 2003

O Tempo Faz eu Lembrar Você
PROCURA-SE

Eu navegava tranquilamente pela internet quando dei de cara com a foto do moço abaixo.
É um amigo, de quem gosto muito. Mas a foto está tão irreconhecível que eu pergunto:



QUEM É ESSE POKEMON?????

Se souberem o nome, não entreguem o jogo logo de cara. Se não souberem, usem de muito bom humor nos palpites.

Cartilha do ABC
VAMOS APRENDER A EXPRESSÃO NOVA?

Não sei quem criou, mas morro de rir toda vez que uso a expressão FAZER A EGÍPCIA.


A galera no Egito já era bem avançadinha

É o mesmo que ignorar, o equivalente dos anos 2000 para a já ultrapassada expressão CAGAR E ANDAR.

Por exemplo, se chega uma pessoa mala e dirige a palavra a você, é só virar a cara, como as figuras no desenho acima. Pronto! Fez a egípcia.

Contem pras colegas na próxima reunião de Tupperware.

quinta-feira, 27 de março de 2003

banzo
caixa baixa

saudades do rio
saudades das pessoas do rio
das tardes em botafogo, matando aula da faculdade
dos raros momentos com alice no arpoador
do nescau com pão na casa da minha mãe
saudades até de bangu, campo grande, sulacap...da pobreza engraçada onde cresci
e das pessoas saindo do trabalho às seis da tarde na avenida rio branco

saudades dos cinemas lotados da barra
do metrô com ar condicionado
do pão de açúcar no caminho para a faculdade

saudades dos táxis amarelos
da picanha na brasa no garota de ipanema
do bobó de camarão no tia penha
de passar o dia inteiro na praia

saudades de quando eu tinha 18
e sonhava com os 25
saudade de quanto eu tinha 15
e os 18 pareciam o limiar da vida adulta

saudades do bom humor dos cariocas
de me sentir carioca
saudade de quando eu não falava “então” “meu” ou “farol”
de não usar gel no cabelo
de não me preocupar de a consolação estaria congestionada
ou se o melhor caminho para pinheiros seria a rebouças ou a cardeal

saudades em caixa baixa
com olho pretinho como o do cebolinha quando fica triste
em caixa alta, só a vontade de voltar pro RIO

quarta-feira, 26 de março de 2003

Unidos Venceremos
QUALIDADE PARA
NOSSA FESTA DO CORAÇÃO




E se ele puder levar o Nelson Ned junto, a gente agradece...

Campanha da "bebê demônia" Alisson Gothz

Fico feliz de saber...
OS GAROTOS DA CAPA

Eu ia dormir, mas resolvi passar no blog do Zeezo. Eu tinha prometido variar os personagens do blog, mas não deu. Também tenho tentado não xoxar o povo direto no blog, porque perde a graça.

Mas não deu. E eu tenho que dividir com vocês a primeira coisa que me veio à mente:

Eu APOSTO como essa foto vai ser escolhida para capa dos cadernos CLICK, da Tilibra.



E eu SEI que ele tava encolhendo a barriga!

Documento Especial, Blog Verdade
NO BURACO DA LACRAIA

“É Qaeda, que nem o grupo do Bin Laden”, ensinava a travesti Luiza, quanto ao sobrenome de guerra que escolheu para ser alguém na noite. Baixinha, com estrutura física de nordestino parrudo e com aparência de índia, ela era uma das mais animadas na pista de dança da Incontru’s, boate qaeda, ou melhor, caída, de Copacabana, na zona sul do Rio.


Luiza Qaeda posa com nossa
equipe de reportagem


A boate, chamada carinhosamente por alguns freqüentadores de Lixeira Dance Club, já viveu dias de glória e hoje acolhe travestis, michês, bichas de origem humilde e gente curiosa como eu, que fui levado por uma amiga. Nikita, a amiga, não é travesti, mas poderia ser. Alta, cabelos loiros, olhos verdes, chama a atenção já na entrada. “Aquele espelho é meu”, declara.

E, ao longo da noite, isso ficou claro. Que o digam os vários travecos e qu quás que tentaram, em vão, dançar na frente do espelho.

Em nosso grupo também estavam Vlad e Carlos. Um casal extremamente simpático, que servia de coadjuvante nas performances de Nikita. Ou DEformance, como ela me ensinou a falar.

Eu, que também tenho lá minhas deformances, comecei a noite quieto, meio tímido. Tomei uma Smirnoff Ice enquanto paquerava um cara que não me dava a menor bola. Sou especialista nisso. Se eu estiver em um lugar e vários caras se interessarem por mim, eu vou achar de querer justamente o que não estiver nem aí.


Nikita se hidrata antes das deformances

Só me soltei mesmo depois de uma vodka. E como eu não sou de saborear bebida, fiz minha combinação fatal: uma vodka e uma água sem gás, uma virada após a outra, sem tempo de pensar em nada. Nem de se arrepender.

Foi o tempo de a vodka bater e começou o show das drags. Para quem nunca esteve em um lugar como a Lixeira, sugiro: não perca. É muito engraçado. Eles (elas?) são muito rápidos nas tiradas. “É a Tainá!!!!!”, gritou Rose Bombom, a rainha da noite, ao dar de cara com Luiza Qaeda, nossa amiga do início da noite.


Tati Pirulito (à esq.) e Rose Bombom
junto com este que vos escreve, Carlos (de vermelho) e Vlad


Bombom caminha entre os freqüentadores sob uma chuva de moedas de dez centavos. Eu arremessei uma com força, que bateu no peito falso dela. E morri de rir disso como se fosse a coisa mais engraçada do mundo. Durante toda a apresentação, houve quem jogasse notas de dez reais e quatro pessoas que arremessaram, amassadinhas, notas de cinqüenta.

Ela chamou a primeira atração da noite: Tati Pirulito. Uma boneca vestida de boneca, em uma espécie de comercial do 1406. “Ela vem preparada para conversar com gays”, anuncia o locutor em uma gravação. “Inhaí”, “Luuuuuxo” e outras preciosidades do mundinho ganham vida no hilário show da drag. Não dá para transcrever todo o humor da apresentação.


E pra quem não viu direito,
olha só como a Tati Pirulito é bonitinha


O fim da noite chegava e catei um carioca gaúcho (mora há muitos anos em Porto Alegre). Corpão, beijo sensacional, ficava dizendo que eu era lindo e por aí vai. Fez bem para minha auto-estima e até poderia fazer bem a outras áreas, mas era hora de ir embora.

Fomos todos para a casa de Vlad, onde eu e Nikita assistimos a deformances de Karen Carpenter e outras divas em DVD.

E a Lacraia, onde fica nessa história toda? Bom, fiquei sabendo depois que a Incontru’s já foi o palco das apresentações da hoje (ainda) famosa dançarina. E que, naquela época, seu nome de guerra era Volpi Jones.

terça-feira, 25 de março de 2003

Oi povo!

Estou numa correria danada aqui no trabalho e mal tem dado tempo de escrever.
Tenho um milhão de coisas para contar, em especial sobre o fim de semana que passei no Rio.
Conheci os inenarráveis Vlad, Nikita e Carlos, além de pegar o mesmo ônibus com Mari Gold, de Bangu até o Centro.

Juro que atualizo mais tarde, tá bom?

sexta-feira, 21 de março de 2003

Ô Mulher Chata dos Infernos!
O XOXO DA SEMANA


"Filma eu!"

Ela canta mal
É chata
Transforma todas as músicas na mesma
Gravou um CD só de canções natalinas, que inclui uma versão do John Lennon
Fala arrastado
Beijou a Ana Maria Braga

Pelo conjunto da obra (ruim), Simone é a eleita do xoxo da semana.
Eu, se fosse compositor, faria de tudo para ela NÃO gravar nenhuma música minha.

Sejam impiedosos com ela nos comments...

Ainda o SBT
E ALGUÉM AÍ SABE...

... por que todos os "calouros" do Bozo cantavam a música: "Fui no pagode na casa do gago..."?

... por que o cavalinho malhado SEMPRE vencia?

... por que tudo o que era pra ser engraçado no SBT tinha "do barulho" acrescentado a seu final (ex.: "Férias do Barulho")?

... por que as assistentes de palco so Silvio "alisavam" os móveis, carros e prêmios sempre que apareciam ao lado deles?

... se a Vovó Mafalda já morreu.

... que eu tô carente, mas eu tô legal?

Descobertas Inacreditáveis
O QUE HÁ DE ERRADO COMIGO?

Sabem a música Tumbalacatumba?

A letra diz: "Quando o relógio bate à uma, todas caVeiras saem da tumba..."

E eu, retardado que sou, achava que o certo era: "todas as caDeiras saem da tumba".

E DESDE QUANDO CADEIRA SAI DE TUMBA?

Mala pronta
RECADO PARA NIKITA, VLAD, VINNY E MARIGOLD

Estou indo para o Rio hoje, meus queridos conterrâneos.
O que vamos fazer de bom no fim de semana?
Quero me jogar, mas não tanto quanto de costume (arrã, então tá!). Como podemos "estar entrando" em contato, hein?
Mandem-me os telefones de vocês por e-mail, tá bom?
deenim2003@yahoo.com.br

quinta-feira, 20 de março de 2003

Fiquei magenta
EM SÃO PAULO NÃO EXISTE PÃO PLUS VITA!!!!!!!



Os paulistanos certamente vão "fazer a egípcia" para o título deste post. Eu entendo. É que eles não sabem como o pão Plus Vita é delicioso.
Agora, os cariocas certamente haverão de lamentar, junto comigo. Imaginem, queridos conterrâneos, a seguinte cena: eu, recém-chegado a São Paulo (no final de 2000), reviro a prateleira do mercado Pão de Açúcar (mentira! era o mercado Futurama) e, sem sucesso na busca por PLUS VITA, perguntei a um funcionário.
Ele, lógico, não tinha e menor noção do que se tratava.
Aqui nesta terra NÃO VENDE Plus Vita. Não sei o motivo, somente que isso é fato: além de não ter praia, aqui não tem o melhor pão de forma.
Alguém pode exportar daí do Rio pra mim?

Flagra da Semana
DOMÉSTICA ROUBA
COMIDA DA COZINHA DE GOTHZ


O serviço de espionagem Central de Manicures montou plantão na cozinha de Alisson Gothz, depois de denúncias sobre assaltos constantes à geladeira.

Ontem à noite, nossas câmeras registraram o momento abaixo, em que a doméstica Adriana Spaca aparece roubando comida da cozinha da patroa.


"Vamo vê o que a patroa comprou no mercado hoje..."


"Hmmm... onde eu moro não existe pão de forma"

segunda-feira, 17 de março de 2003

Post Homenagem
MORAL DA HISTÓRIA


+ = TREVAS

Eu preciso parar de beber isso.

Uma linda história de amor minha começou com isso.
Tudo bem, hoje é uma história de amor e XOXO. Mas o que importa é que no fundo, no fundo, bem lá no fundo, ela é o tipo que peida e sai correndo.

domingo, 16 de março de 2003

Série Fachadas Cretinas
Enquanto isso, do outro lado da rua...

Ontem e eu minha cliente VIP Alissinha Gothz estávamos na Trash quando ela me mostrou a bonita fachada abaixo:



E eu, óbvio, rolei no chão de rir. Não tenho muito a contar, mas recomendo uma visita ao blog da amiga, que fez um post ÓTIMO!!!!
E você, re-vai no blog do Alisson? Eu vou!

sábado, 15 de março de 2003

Acode a mãe, Sirleide!
POBRE DOENTE É FODA...

Meu querido e inteligente amigo Poveza teve esta semana alguma doença que podia estar entre um simples resfriado, lesptospirose ou até mesmo a temida (e sem cura) mononucleose. Foi pro hopital e tudo. Segundo se conta à boca pequena, ele até ferveu com as enfermeiras...

Em homenagem a ele, duas das pessoas mais debochadas que conheço, Camila e Amanda, fizeram o post abaixo. Leiam e façam uma visita às moças...

Pobrema de Pobre

Doenças que pobre tem...

Impinge
Não sei bem o que é isso, mas deve ser alguma pereba. Todo pobre, quando começa a se coçar, diz que tem impinge (ou impige, impigi, e suas variações).

Olho de peixe, micose, frieira, chulé, calcanhar rachado, unha encravada, tropeção em pedra que leva a tampa do dedão...
É impressionante a quantidade de problema que dá em pé de pobre.

Pressão
A pessoa nunca mediu a pressão na vida, mas quando começa a passar mal, já sabe: é a pressão. Se subiu ou caiu, não faz diferença. O que importa é que foi a pressão.

Alergia
Normalmente o mais alérgico é aquele menino mais branquinho e limpinho que a gente conhece. E é uma beleza: na primavera, o pólen das flores faz com que ele espirre o dia todo, no verão, fica todo empipocado por causa do calor; no outono, o tempo seco faz com que todas as -ites apareçam: bronquite, rinite, sinusite, laringite, e no inverno, além do apogeu das -ites, tem a alergia a blusas e cobertores de lã. Isso sem contar no dia-a-dia, que o coitado não pode usar qualquer shampoo, sabonete tem que ser especial...

sexta-feira, 14 de março de 2003

Ruindade Pouca é Bobagem
LAURINHA FIGUEROA APLAUDIRIA...

Gente!!!!!!

Eu tô com ÓDIO dessa Regiane Alves...



A personagem dela na novela Mulheres Ensimesmadas roubou o dinheiro do avô de 91 anos, que tinha juntado a grana para levar toda a família a um jantar.

A cena dos dois velhinhos chorando encheu meus olhos de lágrimas. E eu que achava que já não tinha mais coração...

Minha sábia mãe já disgnosticou: “Essa garota vai apanhar na rua se continuar ruim desse jeito...”

Eu tive a idéia primeiro, mas tudo bem...
CONCURSO GAROTA ROSA DE HIROSHIMA

Com o advento da maldita Sabrina, do “Big Brother 3”, a beleza oriental foi revalorizada. Sem perder o bonde da história, a Central de Manicures está escolhendo (em parceria com o blog Historinha) a musa blogger do Oriente.

É o concurso Garota Rosa de Hiroshima

E quem escolhe a vencedora é você, leitor amigo!


Não esqueçam da rosa...

PERFIL DAS CANDIDATAS

1.Maria Pickup acredita na força do ser humano. Ex-modelo e atriz, casou-se com um magnata italiano e acabou ganhando uns quilinhos. Mas a técnica oriental da chave de neka, garante ela, continua impecável. O maior sonho de Pickup é a paz mundial.

2. Conhecida entre os amigos da boate Nostro Mundo como Lacraia Japonesa, Fernandinha Beira-Dar diz que perde o amigo, mas nunca o carão. O biquinho da foto acima, jura ela de pés juntos, já levou para a cama gente como Llatino, Príncipe Andrew e Markito, do "Programa do Ratinho".

E você, quem será sua musa?

Presentear É um Ato de Amor
EU QUERO!!!!!!!!!!!

Eu sei que muita gente ainda não me deu presente de DIa Internacional da Mulher. Assim, algum desses unhas de fome podia me dar o belo disco abaixo:


Dá pra mim, vai...

Porque, como a Betty, eu também tenho um cisne dentro de mim, esperando pra nascer...

A imagem e a inspiração para o post vieram do meu querido Lelo Tox.


quinta-feira, 13 de março de 2003

Não-ficção surrealista
PRECISO PERGUNTAR...

Existe coisa mais falsa do que balada em novela? As músicas são sempre uma bosta, geralmente a canção mais dançante da trilha sonora da Som Livre. Sem contar que atores e figurantes dançam de um jeito que não tem NADA a ver com a música que está tocando.

Sem Comentários
VAI PRO OSTRACISMO OU NÃO VAI?

Fala muito sério que eu ODEIO o "Big Brother 3"...
Se já não me importo com eles enquanto estão no ar, posso dormir sossegado pensando que, quando acabar o programa eles todos vão voltar para seus respectivos buracos e não aparecer nunca mais. Não posso?

Essa japa aí, essa tal de Sabrina. Se isso é jornalista, a Augusta é uma redação e tanto.


"Eu vou tá na esquina da
Dona Antônia de Queirós, galera"

Façam uma Visita
DICA DA SEMANA

Aposto que você não sabe que o Mago das Pipas ofereceu curso durante o Carnaval. Nem que o Jamanta, do seriado "Turma do Gueto", comemorou seu aniversário em alto estilo. E que o Netinho é o novo garoto-propaganda da Zogbi, você tinha idéia?

Essas e outras pérolas dos nossos itens excluídos viram notícias no Parem as Máquinas, blog criado por uma coleguinha jornalista que se dedica a peneirar o melhor dos piores releases.

Eu já conferi e, claro, me candidatei a colaborador...

quarta-feira, 12 de março de 2003

Momento Bicha Fã de Bette Midler..
É LETRA DE MÚSICA SIM, E DAÍ?

Falem o que quiserem. Eu amo a Bette...

Nobody Else But You

Who loves me even though I'm crazy
And nothing that I say is true
Who won my heart and soul forever?
It's nobody else but
Nobody else but

Each time I feel I'm out to pasture
Who always makes me feel brand new?
I'm pledging my allegiance, baby
Nobody else, but
Nobody else, but

Look at me,
Laughing out loud
Trying to remember
All the jokes that you taught me

When you see
The light in my eyes
It's only a reflection
Of the joy that you brought me

How did I get to be so happy?
I'll wonder that my whole life through
I thank my lucky stars for sending me nobody else, but
Nobody else, but
Nobody else, but you

Look at me,
laughing out loud
trying to remember all the jokes that you taught me
When you see the love in my eyes
It's only a reflection of the joy that you brought me

I always knew I had an angel
A voice that told me what to do
But now that angel's on my shoulder
It's nobody else but
nobody else but
nobody else but you

Ah, a Tecnologia...
LEMBRAM DOS PAGERS?

Em plena era do celular a preços módicos, é difícil encontrar quem ainda use os já primitivos PAGERS. Mas, se a gente pára pra pensar, percebe que nem faz tanto tempo que eles eram A febre.

Eu, óbvio, tinha um, que servia para nada mais que receber mensagens reidículas, xoxos e futilidades mil dos amigos. Eles, por outro lado, usavam seus respectivos para o mesmo fim.


Qual é o código, senhor?

terça-feira, 11 de março de 2003

Desta Vez Não É pra Rir
O Currículo de Roseleide

Jurei para mim mesmo que seria o cara mais feliz do mundo aos 25 anos. Teria o carro do ano, o apartamento mais bacana, com os móveis mais invejados pelos colegas que, claro, não estariam tão bem quanto eu.

Não sou bom em cumprir as promessas que faço a mim mesmo e de todo o parágrafo acima, só o que se concretizou foi a chegada dos 25 anos, que veio acompanhada de um desejo surrealista de voltar aos 15. Sou um cara cheio de olheiras, cansado de trabalhar, sem férias desde os 23, vivendo de aluguel e andando de metrô.

Mas a minha tendência a achar que minha vida é de cachorro foi freada hoje à tarde, quando me deparei com alguém mais canino do que eu. Um curriculum vitae, de uma moça chamada Roseleide, 22 anos, chegou a minhas mãos, assim, sem mais nem menos.

Era uma folha de papel A4, impressa cuidadosamente, com a foto da moça, sorridente, bonita, maquiada para parecer um jovem talento. As roupas escolhidas a dedo para causar boa impressão em um possível empregador...Seu primeiro emprego foi como auxiliar de escritório em 2000. De lá, tentou a sorte como recepcionista no laboratório Dilab, onde só ficou quatro meses e, desde então, trabalha como vendedora em uma loja de jóias obscura.

E eu chorei com o currículo dela nas mãos. Derramei as lágrimas que adiava havia tempos. Chorei por Roseleide, que precisava enviar a própria vida dentro de um envelope para desconhecidos. Mas chorei por mim também. Pela minha falta de esperança, por não saber aonde foi parar meu ânimo de viver e trabalhar. Chorei, chorei, chorei, até que o mundo ficasse com dó de mim. E voltei do banheiro, onde havia me exilado para o pranto, respondendo que estava tudo bem a quem se mostrou solidário.

Lembrei de quando eu, até bem pouco tempo, mandava currículos desesperados a editores, repórteres, redatores e faxineiros. Alguém que conhecesse alguém que tivesse ouvido falar de alguém que precisasse dos serviços de um cara como eu haveria de tomar conhecimento da minha existência.

Queria fazer algo por Roseleide, que tem cara de ser bem gente boa. Mas sei que não posso. Aposto que ela hoje fez arroz com ovo e viu a novela das seis com a mãe, depois de trabalhar de dez às quatro na loja. E foi dormir às dez e sonhou que, em três anos, quando fizer 25, ela será a mulher mais feliz do mundo, vai ter o carro do ano, o apartamento mais bacana...

Nova Moda
TRASH CARDS

O que um dia em casa, com gripe, não faz...
O Seu Zeezo ficou doente e, na falta de algo melhor para fazer, como transar com a empregada, por exemplo, ele confeccionou lindos cartões do povo da Trash. Qualquer hora mostro os outros...

Por enquanto, vou colocar o meu, porque nasrcisismo pouco é bobagem.



Tem do Tonyy, do Eneas, da Dri e do Lu... e por aí vai...

segunda-feira, 10 de março de 2003

Conclusão do Dia
PENSEM COMIGO...

Entre (poucas) críticas e (muitos) elogios, o post com a foto da minha bunda foi dos que mais reações causaram entre os leitores deste blog. Se querem saber, nunca tive tantos acessos como hoje. Juro! Prova de que, no Brasil, o povo ama mesmo uma bunda, ainda que ela seja cabeluda e sem polpinha como a minha.

O que posso dizer?

Somente que, enquanto algumas pessoas dão a cara a tapa, EU DOU A BUNDA A TAPA!

E um tapinha não dói, já ensinava a ex-MC e atual caixa de padaria Beth (que vendeu a motinha).

Prêmio Importante
E VOCÊ? JÁ VOTOU NA MARA HOJE?


Quanta Bahia pode caber dentro de um único ser?

Eu digo, antes mesmo do advento de Carla Perez e Ivete Sangalo, já havia uma baianinha sacudindo o Brasil e eu, criança retardada que era, ADORAVA ela.

Estou falando de Mara Maravilha.



Nascida Eliemary Silva da Silveira Alves, ela ficou no ar por sete anos no SBT. Ao longo de seus mais de 20 anos de carreira, gravou 18 discos, com um total de 250 músicas.

Eu só lembro de umas cinco, no máximo. E gosto delas. “Eu tô carente mas eu tô legal” e “Curumarauê”, por exemplo.

"Sofri tanto ao som de 'Eu tô carente mas eu tô legal", conta minha amiga Alice, do Rio. Quem é a baiana mesmo, hein?

Entrei no site oficial da moça, que é hoje evangélica e, pra quem ainda não sabe, casada com o Paulinho, um menino não sei quantos anos mais novo do que ela, que participava do Show da Mara.


Casamento da Mara: o que é esse buquê?

Sabem o que eu descobri? Que ela está concorrendo no Troféu Talento, na categoria Melhor CD Infantil. . Isso mesmo! Ainda há brasa nesse carvão queimado! E convoco você, caro leitor, a votar na Mara.

É só clicar aqui

A pergunta que não que fechar a matraca é: ALGUÉM OUVIU FALAR DESSE CD?

Primeira Saia a Gente Nunca Esquece
ESCOCÊS SOFRE!!!!!!!!

Ainda não tenho as fotos minhas vestido de Chiquitita, na SBTrash. Mas vaí aí um gostinho do que vem por aí...
Um dos trashers, o Rodrigo Marco, fez a cortesia de fotografar minha busanfa!


Sim, eu tenho bunda cabeluda, tá legal?

Agora entendo por que mulher sempre sobe escada com a mão atrás da saia...

domingo, 9 de março de 2003

Este post é para falar que vem um post aí. E é dos melhores...
Assim como a Trash SBT foi das melhores. Posso adiantar umas coisas: eu e Lenore fomos de Chiquititas. Eu, aliás, de peruca loira. Tá, meu bem?
Teve chill in aqui em casa, com direito a fotos de TOALHAS!
Tocou Curumarauê, da Mara Maravilha. E eu dancei como se não houvesse amanhã.
Terminei a noite sóbrio, com a fantasia de Chiquitita, no McDonald's da Rebouças. Sim, e eu acho isso bonito.
Em breve contarei tudo, com as fotos da Carol, do Bernard, da Larinha e de quem mais clicou.
É isso!
E agora é ferro na boneca
Eu vou dormir porque são quase dez da manhã e eu ainda não descansei!

sábado, 8 de março de 2003

Mamãe Não Mentiria Pra Mim
CORAÇÃO DESLIGADO, EGO DESCONTROLADO

Quem me conhece, sabe que eu SEMPRE odeio as caras com que saio nas fotos.

Daí você pensa: "Até parece! Só vive postando fotos dele mesmo... Mentiroso!"

Eu posto porque só faço o que quero e sei que o autoxoxo, como já ensinava a Spaca, é a melhor solução para a falta de fotogenia.
Mas essa foto aí, no dia do Carnatrash é uma das poucas exceções... Eu fiquei APAIXONADO por esta foto.


Oi! Quer me vender sua alma?

Pronto. Falei mesmo.
Quem nunca se olhou em fotos que atire o primeiro negativo

Não Tem Limites...
CABEÇA VAZIA, PANELA DO DIABO

Quando eu achava que já tinha visto de tudo, descobri o belíssimo site Festa do Amor. O que tem lá? Uma fotonovela elaboradíssima, de cada verso da música homônima da Patrícia Marx (que, naquela época, era só Patrícia).

Vejam a bela interpretação do verso "DANÇAR COM MEU BROTINHO", só para terem uma idéia de como é o negócio!



Simplesmente genial. Só lamento que não fui que pensei nisso antes...

A mesma "tchurma", que se autodenonima Brotinho Produções, fez também a fotonovela "Manequim", baseada na canção de sucesso do Dominó.

French Kiss
A CIGANA LEU O MEU DESTINO

Minha parceira no crime, Lenore, está aqui em casa. Fomos à 25 de Março comprar fantasias para a SBTrash (mais tarde eu faço um post sobre essa parte).
Acontece que a moça achou uns "dadinhos da sacanagem" que tenho em casa. Um dos dados tem ações (beijar, lamber, acariciar) o outro tem partes do corpo e, em um dos lados, uma interrogação.

Lenore jogou os dados e adivinha o que caiu?

BEIJAR + ?

Ou seja, a noite vai ser BABADO!

E você, querido leitor? Tem dado em casa?

sexta-feira, 7 de março de 2003

Um Olhar Mais Atento
CARINHO PELO LÍQUIDO

Dize-me como seguras a garrafa...


É minha e ninguém tasca!

E EU TE DIREI O QUE TOMASTE!!!!!!!

P.S.: Não sei quem é o cara fantasiado de O.B., por isso, não perguntem sobre ele...

quinta-feira, 6 de março de 2003

Barraco no ar
MARTA SUPLICY DÁ ESPORRO EM CHICO PINHEIRO


No dos outros é refresco, viu Chico?

Quem não viu o SPTV primeira edição de hoje, perdeu. Eu vi apenas trechos, mas me diverti o suficiente. Depois vou tentar resgatar a fita para assistir na íntegra.
A Marta se emputeceu com o Chico Pinheiro e a Carla Vilhena, perdeu a linha e fez a do bairro. "Você pensa que é fácil ser prefeita? Vem e senta aqui pra você ver", gritou, como se estivesse brigando com o Supla por deixar toalha molhada em cima da cama.
Eu, que tenho medo da Marta (apesar de gostar dela), fiquei nervoso, mas morri de rir.

Cá entre nós, é melhor ter a Marta como prefeita do que a Rosinha como governadora. Né não?

quarta-feira, 5 de março de 2003

Mesma Coisa Todo Ano
CLICHÊS DAS ESCOLAS DE SAMBA

“A escola veio crescendo na avenida”
dos comentaristas da Globo

“Com todo respeito às nossas co-irmãs, esse carnaval vai ser da nossa escola”
do bicheiro que banca a escola

“A escola passou com muita garra, mostrando que veio pra ganhar o título”
do presidente da escola ou do carnavalesco

“Dona Fulana (alguma senhora da Velha Guarda da escola) passou mal”
do repórter que cobre a apuração

A pergunta que não quer calar: por que o nome ESCOLA de samba? Por acaso alguém aprende alguma coisa nelas?

Turminha animada
FAZENDO O BRASIL PARAR

Esquentando os tamborins para o Carnaval da Trash no teatro Oficina, ontem, por volta das onze da noite.


Possuídos pelo ritmo Ragatanga


Rebolando antes de operar a busanfa


Nada do que vocês pensaram, tá?
A gente tava só falando sobre toalhas



Depois, parada na casa da Gigi, onde apresentei
um pequeno talk show e recebi Debbie Wonderful como convidada



Paola, de Terra Nostra! Cavaluda!

Amigo é Coisa pra se Beijar
CASAL CORRUPÇÃO
ou
SODOMA E GOMORRA


Por um descuido de Deus, eu e Lenore nos conhecemos. Daí em diante, fomos morro abaixo beijando pessoas na balada e, na falta de alguém, beijando um ao outro.

Lenore é um dos melhores beijos que já experimentei e, se eu achava que eu valia pouco, ah!, ela mostrou para mim que dá para ser beeeeeeeeeeeeem mais canalha.

Vejam três dos nossos momentos, na Carnatrash de sábado. Ou seja, na segunda noite de Sodoma e Gomorra.


TURMINHA ANIMADA É nóis, truta!


OCUPADOS Volte depois desta música...


HIGHLANDER Cada cabeça, mais energia, saca?

Lê, este Carnaval foi o NOSSO Carnaval, hein? Afeeeeee!

terça-feira, 4 de março de 2003

Minha Vida de Cachorro
ESSE GANHA O OSCAR!

Se você chorou e sofreu com...


Prepare-se!
Vem aí...

segunda-feira, 3 de março de 2003

Licença Poética
QUANDO A POVEZA VAI AO MOTEL

Meu querido companheiro Danilo Poveza que me desculpe, mas tomei a liberdade de escrever um post que certamente seria campeão de audiência no blog dele.

Falar sobre o comportamento da pobretada no motel daria um tratado. Por isso escolhi um aspecto, um foco: QUANDO A POVEZA VAI AO MOTEL A TRÊS

É, gente, o quarto sai mais caro se o, digamos, quórum, é maior. Tipo, sai por quase o dobro. Ai o jeito é tirar zerinho ou um e mandar o perdedor para o porta-malas do carro. Isso sim, eu diria, é aqüendar a neka, não?

Mas, e se você é pego no flagra, no momento em que tirava o estepe, digo, a terceira pessoa, de dentro do porta-malas? Mentir? Dizer que o guardinha viu fantasma? Uns amigos meus, por exemplo, foram pegos no pulo.

"E aí, vocês vão pagar mais pra continuar ou vão embora?", perguntou a simpática da recepção que, na saída, ainda deu uma XOXADA básica: Não precisa sufocar a moça, não.

Acho que, da próxima vez, vou fazer a fina e emprestar minha cama. Em troca do carro, óbvio. Porque eu não sou obrigado!

Carnaval 2003
OYM É O FUTURO DO PRETÉRITO

Terceira noite de Sodoma e Gomorra. Cá estou, sobrevivente, para relatar mais aventuras. O cenário de hoje foi a indescritível boate A Lôka, com a edição especial do Grind.

Tão especial que virou filial do cortiço. Além deste que vos escreve, estavam lá meu patrão Zeezo, a Gigi, Lenore, o encapetado Diego e duas amigas fofas (Laira e Eliana), Manu, Camilinho e o sempre pra cima Poveza.

Antes, claro, uma passada no Angu do Gomes, onde rolou chill in. Só pra mim, né? De lá, o Gomes e o Negão foram dormir e a Dri S. e o Luciano foram... bem, vamos só dizer que não foram pra Lôka, tá OK?

Como não podia deixar de ser, espalhei corrupção com a Lenore. Sem detalhes, claro, vou apenas dizer que foi do caralho.

E está consagrada, depois de testes rigorosos, a nova modalidade de OYM: o ARRASTÃO.

Quer beijar alguém? Junte-se a outro alguém que quer a mesma coisa e ataque com tudo. Os futuros alvos meus e de minha companheira de corrupção já estão definidos.

Pode ser você, viu?

domingo, 2 de março de 2003

O Povo Quer Saber
PESQUISA DE OPINIÃO

O que a você faz se uma das suas amigas mais queridas diz que, em meio à bebedeira, você mordeu a bunda dela?
E, detalhe: você não lembra de ter feito isso.

Enquanto isso, em 1982...
MÚSICA DO DIA

Eu detesto posts com letras de música. Evito ao máximo. Mas hoje me deu vontade de postar essa aqui. Como eu só faço o que eu quero, aí vai. É de 82, se não me engano. Foi da trilha sonora de Tootsie e ganhou o Oscar (ou foi indicada) de Melhor Canção.


IT MIGHT BE YOU (Stephen Bishop)

Time, I've been passing time watching trains go by
All of my life
Lying on the sand watching seabirds fly
Wishing there would be someone
Waiting home for me

Something's telling me it might be you
It's telling me it might be you
All of my life

Looking back as lovers go walking past
All of my life
Wondering how they met and what makes it last
If I found the place would I recognize the face

Something's telling me it might be you
It's telling me it might be you
So many quiet walks to take
So many dreams to wake and there's so much love to make

I think we’re gonna need some time
Maybe all we need is time
And it's telling me it might be you
All of my life

I've been saving love songs and lullabies
And there's so much more
No one's ever heard before
Something's telling me it might be you
Yeah, it's telling me it must be you and
I'm feeling it'll just be you
All of my life
It's you, it's you I've been waiting for all of my life
Maybe it's you Maybe it's you I've been waiting for all of my life.

Pus a Mão na Consciência
A UMA LEITORA ESPECIAL

Shakira, eu sei que você lê meu blog, apesar de nunca deixar comentários. Eu estou muito chateado porque não sei que fim levou a sua peruca, ontem. Só lembro que estava dançaando e aquela sua amiga (a mais baixinha) veio e pegou da minha cabeça.

Você conseguiu achar? Eu ia perguntar isso na lista da Trash, mas não sei se você assina.

Se alguém que é amigo dela ler isto, avise-a do recado, OK povo?

Ai, caralho!
INVESTI NA CLIENTELA

Não me perguntem. Eu não vou saber explicar.

Só sei que meu queixo está doendo até agora, de tanto que beijei ontem, na Trash. Fato curioso: váááááárias meninas. Uma delas, aliás, que eu não conheço e não sei de onde saiu, quase foi além do beijo. Mas não vamos falar de intimidades em um salão tão público, certo?

Só posso dizer que estou passado. Meio sem graça. E, claro, que me diverti muito.

sábado, 1 de março de 2003

A Noite Nunca Tem Fim
SAIU PRA COMPRAR CIGARROS E NUNCA MAIS VOLTOU

Era pra ser uma ida inocente ao cinema. Saí mais cedo do trabalho, pouco depois das cinco da tarde. Liguei para o Eneas e perguntei se ele queria se juntar a mim na platéia de "As Horas".

Fomos. Vimos. Adorei o filme.

Ao sair do Frei Caneca, uma voz me sussurrou ao ouvido que eu devia ligar para a Adriana S. (ex Spaca, que agora em diante passa a ser tratada assim, na Central. Looooonga história). Eles estavam indo ao supermercado e pegaram a gente na Paulista. Foi um singelo passeio em famíliua no Extra da Brigadeiro.

Liguei. Encontramos ela e o Luciano.

Passamos na minha casa, tomamos um pouco de gim e nos despencamos para o Gourmet. O álcool começou a bater, a Adriana S. e o Lu com cada vez mais vontade de ir pra casa trepar e eu com sono

Daí, um antigo espírito do mal soprou no ouvido Eneas e ele propôs:

VAMO PRO BAILÃO?

Foi o suficiente para que as formas decadentes virassem MUM-RÁ, o de NOITE eterna.

O bailão, pra quem não sabe, é uma casa noturna do Centro. Sua freqüência é basicamente de bichinhas poc pocs e tiozinhos com mais de 50 anos. Assim que entramos, estava tocando o samba da Mocidade.

Foi o primeiro de muitos sambas. A Dri ficou azeda, sentada em um canto, até que tocou RAGATANGA. E eu ganhei a minha noite. Não porque eu goste da música. Eu odeio. Mas tive o prazer de ver a sujeita dançando a coreô, ao lado de uma poc poc que parecia irmã da lacraia Pocotó.

Daí em diante, fomos morro abaixo. A irmã da Lacraia me ensinou várias dancinhas de axé e soltei meu lado nordestino de ser (meus pais são pernambucanos, ou seja, a um passo do axé baiano).

Tá pensando que acabou? Arrã, então tá.

Fomos para o AUTORAMA, um local de pegação em que alguns metralhas tentam extoorquir as bibas e várias outras trepam no parque Ibirapuera. Não fizemos nem uma coisa, nem outra.

Saímos de lá, rumo ao Centrão de novo. Passadinha no Caravaggio para ver os seguranças, parada na lanchonete chamada de ESTADÃO, onde eles comeram um sanduíche de pernil e eu fiz força para não ter um troço. Eta lugar nojento!

Daí rodamos mais, até o BALNEÁRIO AMAZONAS, que fica em uma rua com o bonito nome de rua do Gasômetro. O balneário estava fechado (graças a Deus).

No caminho, a Dri S., que a esta hora (eram sete da manhã) dormia no meu colo, acordou e viu, andando na rua, duas mulheres bregas, uma delas com uma calça manchada, em tom amarronzado. E bradou, impiedosa e irritada: CALÇA MANCHADA É CAFONA, SUA BREGA!

Morri de rir.

Passamos, então, no Fran's café da Haddock, onde Adriana me fez uma revelação. é. Ela tá trabalhando na Kodak e tem um kit portátil que revela filmes de 36 poses em 15 minutos.

Mentira, bobinhos!

Ela me contou uma coisa que meu queixo ficou caído, na calçada do hotel Renaissance. Tô bege, preto, esturricado. E vocês não vão saber o que é nem sob tortura.

Enfim, foi uma das noites mais divertidas da minha vida em São Paulo.